A polícia foi chamada por odor podre insuportável. Ninguém acreditou quando a porta foi aberta!

Um cheiro podre saindo de uma casa chamou a atenção de diversos moradores. O caso ocorreu em Madagascar, na cidade de Toliara. Os policiais jamais imaginaram o que encontrariam após serem chamados para atender a ocorrência feita por moradores.

 

Ao abrir o apartamento, milhares de tartarugas-estreladas – uma espécie ameaçada de extinção – estavam espalhadas por todos os lados, umas sobre as outras, com enorme quantidade de fezes e urina.

 

Em uma entrevista cedida à National Geographic, Soary Randrianjafizanaka, chefe da polícia regional do meio ambiente da cidade, declarou: “Você nunca imaginaria isso. Foi horrível! Havia tartarugas no banheiro, na cozinha, em todas as partes…”.

Ao total, a polícia contabilizou 9.888 tartarugas vivas e 180 mortas. Mais de 6 caminhões de médio porte foram chamados para resgatar as tartarugas. Os animais foram levados para centros de tratamento e reabilitação para serem cuidados por veterinários e biólogos especializados em animais silvestres.

 

Cerca de 574 tartarugas não suportaram o processo de recuperação e morreram por desidratação.

Uma senhora – a suposta proprietária do local –, bem como dois homens (todos não identificados para preservar as investigações) foram presos. Eles foram flagrados enterrando algumas tartarugas mortas quando a equipe chegou ao local.

 

A polícia acredita que o caso tenha conexão com uma quadrilha internacional de contrabando de animais silvestres, de acordo com declarações dadas por Rick Hudson, presidente da Turtle Survival Alliance, em entrevista à National Geographic. De acordo com ele, existe um tratado firmado por 182 países que proíbe o comércio da espécie tartaruga-estrelada por sua vulnerabilidade à extinção.

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, em 2015 as autoridades apreenderam 453 tartarugas no Aeroporto Internacional Ivato de Madagascar. Além disso, 316 foram apreendidas em 2016 no sudeste da China – em um esquema de tráfico que envolvia um funcionário do aeroporto que levou as tartarugas para sua casa assim que chegaram do país. 

 

A polícia não divulgou quantos anos de prisão os envolvidos poderão responder, caso sejam condenados.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!