Gooru - Miscelnia de Contedos

4 técnicas de lavagem cerebral utilizadas para enganar ou seduzir você!

por Rafael Fernandes 24.775 views0

Em 1950, o jornalista norte-americano, Edward Hunter, criou o termo “lavagem cerebral”, ao escrever uma matéria sobre soldados dos EUA que recebiam tratamento em campos de prisão da China, durante a guerra da Coréia, tendo relação com técnicas utilizadas para interferir no modo de pensar dos indivíduos.

 

Durante a propaganda nazista, na Alemanha, Joseph Goebbels ensinava que uma mentira repetida mil vezes vira verdade absoluta. Basta a utilização de técnicas sutis que ative um receptor cerebral, fazendo com que as pessoas “obedeçam” ao sinal do emissor. Conheça agora alguns métodos de lavagem cerebral utilizados até os dias de hoje, que com certeza já conseguiram te influenciar, em algum momento.

1 – Mensagens subliminares

Foto: Reprodução / Vini Escreve
Foto: Reprodução / Vini Escreve

As mensagens subliminares costumam ser encontradas em muitos elementos da cultura e do entretenimento, como músicas, comerciais, quadros, etc. Um filme chamado “Picnic”, no Brasil traduzido para “Férias de Amor”, de 1956, pode ter sido o precursor da técnica, projetando imagens a uma velocidade alta demais para a visão humana, mas suficiente para o cérebro captar.

 

O caráter era comercial, tentando estimular o consumo de refrigerantes durante o filme. E realmente parece ter dado certo, já que as vendas da bebida cresceram em cerca de 57% no dia do lançamento do filme. Até hoje ela existe, com diversas vertentes e adaptações.

 

2 – Repetição e reprogramação cerebral através da oratória

Quando uma informação é constantemente repetida, o cérebro do receptor acata como uma reprodução verdadeira. Daí a frase de Joseph Goebbels, durante a propaganda nazista: “uma mentira contada mil vezes se torna uma verdade”. Portanto, quando falta conhecimento prévio da mensagem divulgada, a primeira recebida é tomada como real, e a repetição confirma sua veracidade.

 

Geralmente, esta técnica é bastante utilizada por palestrantes, convencendo o público de alguma mensagem que desejam passar. Apesar de parecer algo simples, pode influenciar pensamentos, comportamentos e a mentalidade das pessoas. O mais famoso orador que utilizava esta técnica – criando um fato, repetindo ele como algo ruim, e apresentando uma solução – foi Adolf Hitler.

3 – Ritmo e progressão

Para manter uma plateia atenta, em palestras, da forma ideal para digerir as informações passadas para manipulação, existem técnicas de oratória que envolvem frases ritmadas e o tom de voz.

 

Ao conseguir a atenção total dos receptores, a mensagem é aceita de forma mais efetiva e irá repercutir com intensidade na mente delas, onde durarão por mais tempo. Normalmente, se utiliza música ambiente calma, prendendo a atenção das pessoas. Já o ritmo da fala depende de uma sequência calma e terna, que vai aumentando, em progressão, até atingir o tom ideal.  

 

4 – Merchandising direto e indireto

O famoso merchandising é rotineiro nos programas de televisão, com apresentadores e personalidades mostrando os benefícios e a superioridade dos produtos anunciados. Quando acontece de forma subentendida, costuma ter ainda mais impacto. Informações vazadas em 2002 revelaram que, para um ator beber um refrigerante em horário nobre, é preciso que a empresa invista a quantia de, no mínimo, 500 mil reais, com resultados comprovados de retorno.

 

Hoje, é comum que personalidades utilizem produtos em uma “propaganda disfarçada” em seus perfis em redes sociais. E sim, você está sendo totalmente influenciado por isso, mesmo sem perceber.

deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!