Gooru - Miscelnia de Contedos

Ilha de lixo no Pacífico é maior do que o México

por Redação Gooru 303 views0

Água, água e água por todos os lados – e a maior parte dela está cheia de plástico.

 

Uma enorme quantidade de plástico flutuante descoberta no Pacífico Sul é mais uma série de más notícias na luta contra a poluição plástica oceânica. Esse trecho foi recentemente descoberto pelo capitão Charles Moore, fundador da Algalita Research Foundation, uma entidade sem fins lucrativos dedicada a resolver a questão da poluição plástica marinha.

Moore, que foi o primeiro a descobrir o famoso acúmulo de lixo no Pacífico Norte em 1997, estima que esta zona de poluição poderia ter mais de um milhão de quilômetros quadrados. A equipe está atualmente processando os dados e medindo a quantidade de plástico para que seja possível identificar exatamente quanto lixo existe nesta área ao largo da costa do Chile e do Peru.

O termo “patch” – ou “remendo”, em português -, utilizado para definir a poluição plástica que gira no oceano, pode não ser o mais adequado. Os pedaços desse material não são necessariamente garrafas flutuantes, sacos e bóias, mas pequenos fragmentos que se assemelham a confetes, tornando a limpeza das águas quase impossível.

 

Essas partículas microplásticas podem não ser visíveis flutuando na superfície, mas, neste caso, foram detectadas após a coleta de amostras de água na recente expedição de seis meses que Moore realizou na área remota. Ela havia sido explorada para a localização e detecção plástico apenas uma vez, no passado.

 

Na primeira investigação promovida no Pacífico Sul em 2011, Marcus Eriksen, especialista em plástico marinho e diretor de pesquisa no Instituto 5 Gyres, não detectou grandes quantidades de lixo. Em apenas seis anos, de acordo com os novos dados coletados por Moore, a situação mudou drasticamente.

A Ilha Henderson, localizada nesta região do Pacífico Sul, foi recentemente reconhecida pelo título de ilha mais poluída por plástico em todo o planeta: pesquisadores descobriram que ela está coberta por cerca de 38 milhões de lixo.

 

O problema da poluição por plástico tem se tornando onipresente nos oceanos, com 90% das aves marinhas a ingeri-lo e mais de três milhões e meio de quilogramas de novos resíduos plásticos que chegam cada vez mais perto das nossas águas.

[ NationalGeographic via HypeScience ] [ Foto: Reprodução / NationalGeographic ]